25 julho, 2013

Ligações

Batidas psicodélicas
reverberam dentro dela
Vibrações distorcidas
retorcem-na
Ressonância infinita dos seus átomos
música e molécula
delirante ligação

Cromossomos e distorções
dupla hélice alucinógena
E ela já não é ela
e ela já não se cabe
Ela é a energia
de todos
e do universo





13 comentários:

Anônimo disse...

Ela é tudo em si e para todos.
E como fica linda de vestido na Praça do Carmo.

Anônimo disse...

Musa 0.3 Mpixel

Jéssica Souza disse...

"Esse papo já tá qualquer coisa, você já tá pra lá de Marrakesh".

Mas obrigada pelos elogios! ;)

Anônimo disse...

:'(

Anônimo disse...

but "you don't know me"...

Jéssica Souza disse...

Obrigadaaaaaaa! :*

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Jéssica Souza disse...

<3 <3 <3

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk (y)

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk 3:)

Jéssica Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Profeta disse...

Na elegante e fina escrita da tua pena

Às vezes é preciso acordar o silêncio da memória
Ou esperar pelo adormecimento inadiável
Com o gesto sereno e demorado da ternura
Com o acordar do amor rompendo o improvável


Um radioso fim de semana



Doce beijo

Ricardo Dib disse...

Vixe, há quanto tempo não venho nessas paragens.. parece até surreal. Acho que é a energia do Universo operando em batidas psicodélicas... ou não.
Háaa relações bloguísticas que se perderam no tempo e no espaço.